Israelense é Grosso?

Meu pai e meu marido são sabras* originais, com aparência e sotaque inconfundíveis. Durante toda minha vida ouvi brasileiros dizendo que os israelenses são grossos e secos mas com os exemplos que tinha dentro de casa eu nunca consegui confirmar isso. Sempre pensei que fosse apenas fama ou exagero.

"Sabra" é a forma como chamam-se as pessoas que nasceram em Israel. O nome vem da fruta Sabres pois dizem que é uma fruta que representa o povo israelense, com espinhos por fora mas doce por dentro.

*Sabra é a forma como é chamada a pessoa que nasce em Israel. O nome vem da fruta Sabres pois dizem que é uma fruta que representa o povo israelense, com espinhos por fora mas doce por dentro.

Eis que cheguei em Israel há seis meses e pela primeira vez na minha vida consegui entender melhor esse conceito. Não que essa fosse a minha primeira vez no país, eu já estive aqui muitas outras vezes, mas realmente nunca tinha dado atenção a este assunto.

Tudo começou durante meu primeiro passeio ao shopping. Estávamos eu, minha filha mais velha do meu lado e a pequena no carrinho, as três esperando o elevador para subir um andar. Durante a espera diversas pessoas foram se aglomerando ao nosso lado também à espera do elevador que estava realmente demorando. Quando ele finalmente chegou as pessoas que estavam ao meu redor simplesmente foram passando na minha frente (afinal elas não estavam com carrinho de bebê e conseguiam entrar com mais agilidade) e eu fui ficando pra trás sem conseguir nem me mexer para não machucar alguém com o carrinho. O elevador ficou lotado e fechou, eu fiquei pra fora e esperei o próximo em estado de choque. Na segunda tentativa de entrar no elevador tive o mesmo problema, mas dessa vez fui mais esperta e dei uma atropeladinha nos outros. Só assim consegui entrar.

A cena do elevador já se repetiu algumas vezes desde que cheguei aqui e ela é um excelente exemplo de diferença nas culturas. No brasil, por mais que o povo não seja tão estudado ou educado, é muito comum darem prioridade nos elevadores para as mães entrarem com o carrinho de bebê.

Outro detalhe que me incomoda por aqui são nossos vizinhos do prédio. Meu prédio tem 4 apartamentos por andar, e 6 andares. Fazendo uma conta rápida eu tenho no mínimo 48 vizinhos (Já que moram ao menos 2 pessoas em cada apartamento), eu vejo esses vizinhos com uma boa frequência e já moramos aqui há 5 meses, todos sabem quem somos, mas são pouquíssimas as pessoas que nos cumprimentam quando nos encontramos nos elevadores ou na entrada do prédio. A maioria deles simplesmente finge que não viu, ou até vira o rosto.

Em contra partida, no nosso apartamento do Brasil até os técnicos da TV a cabo nos cumprimentam no elevador. Muitas das amizades que fizemos com nossos vizinhos no Brasil começaram de uma conversinha rápida no elevador.

Resolvi escrever sobre esse assunto pois justo essa semana comentei com minha irmã que me sentia muito sozinha por aqui e tinha dificuldade em fazer amigos. Dei pra ela o exemplo das moças que encontro no parquinho onde levo minha filha todo dia. Diversas vezes converso com elas durante a brincadeira das crianças, mas no dia seguinte ao me verem novamente elas não cumprimentam. Desse jeito fica difícil pra mim manter as relações sociais e acabo ficando muito tempo sozinha, apenas com minhas meninas.

Eu realmente não acredito que as pessoas em Israel se comportam dessa forma por falta de educação. Acho que é algo que está na cultura do povo e pra eles é totalmente normal. O israelense é mais fechado e mais seco que o brasileiro. Ele não estende conversas à toa e também não faz questão de agradar com um sorriso ou uma palavra carinhosa. Talvez estou me atrevendo a ir um pouco longe demais, mas me parece ser um tipo de atitude ligada ao passado sofrido de guerras e um constante estado de alerta em que o país vive.

Essa característica bate de frente com o brasileiro, que vem de uma cultura calorosa, na qual sorrisos, abraços e gentilezas são oferecidos constantemente.

De qualquer forma, eu não acho que o povo israelense seja grosso ou mal educado, pelo contrário, nestes 6 meses morando aqui conheci muitas pessoas maravilhosas. Mas é indiscutível que existe uma diferença comportamental entre os dois povos, a qual com certeza impressiona os brasileiros.

10 thoughts on “Israelense é Grosso?

  1. é minha querida, Oleh Chadash é completamente diferente de turista…a verdade é essa…mas tenha paciência que logo você chegará ao doce que há dentro da alma do Sabra…( tomara) beijos e seja feliz

  2. esta é a desvantagem de se chegar em idade mais avançada(quero dizer depois do exercito),as amizades ja estão meio que consolidadas,e agente acba fazendo amizade mesmo é com os olim chadashim
    mas com certeza seus filhos não terão esse problema e vc vera que vai ter valido a pena

  3. Cada povo e suas caracteristicas, assim como vc nao os conhece eles tb nao te conhecem. Moro aqui 36 anos e tenho mais amigos israelenses que brasileiros e so lendo as noticias que sao publicadas do Brasil acho que no Brasil nao ha um comportamento unico. Os empurroes, a sujeira e a falta de respeito pelo patrimonio parece que chegou no Brasil tb e nao foram os israelenses que levaram.

  4. Sou Carioca da Zona Sul com 42 anos de praia no Rio e mais 11 em Israel. Realmente o Povo eh mais seco, mas acho que eh mais sincero e mais prestativo, quando realmente se necessita de algo, tem sempre um estranho e em geral israelense que vem em tua ajuda. No Rio ESTRANHOS em geral sao para te assaltar, e muitas vezes as amizades sao superficiais, tipo de Praia, meio que no estilo: “depois da praia passo na tua casa…” Mas uma frase dita a toa, pq a pessoa nao vai mesmo passar na tua casa e nem ao menos vai ligar hehehe.

  5. Força!!! E nao desista… Eu saí do Brasil pra vir pra Alemanha, e olha… é a mesma coisa. No fim, minhas relacoes sao com outros estrangeiros. Mas acho que com um pouco de paciencia, as coisas vao melhorando.
    Tente procurar os brasileiros que moram perto de vc. Tem muito brasileiro em Israel… E que com certeza tem amigos israelenses… No fim, é assim que vc vai fazer sua cadeia de amigos…😉

  6. Lu, nao deve ser facil,mas você eh inteligente e ja esta entendendo como funciona e doce o bastante para,em breve,estender
    suas conversas de parquinho e formar novas amizades.torcemos por voces!!
    Bjs saudosos de todos nos.Le,Marcio,Tamy e Avi.

  7. Curioso porque não é a primeira vez que vejo isso em um blog, descobri que no site oficial do governo tem um link explicando para quem vem fazer negócios em Israel que os gestos e formas de se comportar dos israelenses são apenas parte da cultura informal do povo e que nada tem de mal educado
    link http://www.moital.gov.il/NR/exeres/3614E1A7-2D84-4F27-A4DC-3585A6F6450E.htm

    Interessante,tenho um amigo virtual israelense, e é engraçado pra mim as vezes quando eu conto algo super empolgante e ele simplesmente olha pra minha cara e fala “nice”…. Mas como também teve vezes em que ele fez piadas,palhaçadas que são dignas de um humorista..rsrs, enfim cultura é cultura!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s